Acabou a farra. A partir desta sexta-feira, usuários do Instagram, Facebook e Twitter não podem mais abusar do uso de hashtags em suas postagens diárias. Fotos de comidas, passeios, festas e quaisquer atividades rotineiras, sempre acompanhadas de oito a dez tags, por exemplo, só podem, a partir da nova lei, conter no máximo quatro.

E mais: hashtgs usadas à exaustão, como #sextou, #top, #gratidão e #DiadaMaldade estão terminantemente proibidas. A medida, segundo o autor da lei, Guilherme Pinto, vai servir para  “limpar um pouco a timeline das redes sociais”.

“Ninguém aguentava mais tantas hashtags. Outro dia eu vi uma foto de uma flor que tinha citações chatas como #gratidão, e sem nexo, como #DeuséTop. Chegamos ao limite. A pessoa às vezes até tem interesse por uma postagem, mas desiste quando vê tanto jogo da velha no meio”, comentou o autor da lei.

Nesta sexta-feira, dia em que quase todo mundo quer ser engraçado em suas postagens, uma comissão vai ficar de olho nas redes sociais. No início, o usuário será apenas advertido. Após três postagens fora dos novos padrões, terá todas as suas contas excluídas.