Com a prisão do ex-ministro da Fazenda Guido Mantega na manhã de hoje, durante a 34ª fase da Operação Lava Jato chamada de “Arquivo X” em referência ao empresário Eike Batista, o PT precisou atualizar às pressas a placa instalada em frente à sede do partido em São Paulo. A nova placa informa que o partido está trabalhando há zero dias sem ninguém do partido ser preso pela operação da Polícia Federal. O recorde anterior era de quatro dias.

diretorio PT

Para facilitar o trabalho, líderes do Partido dos Trabalhadores cogitam mudar a sede do PT para Curitiba, mais precisamente para o Complexo Médico-Penal, onde boa parte dos petistas já se encontra presa graças à Lava Jato. Lula que virou oficialmente réu na operação essa semana, já começou a montar seu ministério e a construtora OAS já estaria no local reformando as acomodações.

De acordo com Mantega durante sua prisão, a transferência da sede para Curitiba pouparia tempo e, finalmente, traria paz ao PT.

“Desde a primeira fase [da Lava Jato] todos nós vivemos dias tensos, com medo de acabarmos presos. Se todos já estivermos na cadeia, esse medo acaba e poderemos focar no que realmente importa” disse o ex-ministro.