O Biscoito Globo vendido nas praias do Rio – e que foi criticado por um articulista do New York Times – deverá ser vendido nas praias de Miami, cidade com grande comunidade latina. A negociação já está sendo feita com os donos da TV Globo, que também são proprietários da tradicional iguaria carioca. A curiosidade é que o preço de lá, mesmo em dólar, será mais baixo do que num fim de semana na zona sul do Rio, especialmente em Ipanema e no Leblon. Culpa da carestia do Rio de Janeiro, cujos preços subiram absurdamente nestes anos de Copa e Olimpíada – que agora chegam ao fim.

Em alguns trechos do Leblon, os vendedores de biscoito Globo já aceitam cartão de crédito e dividem em três vezes sem juros. Agências de viagem já organizam excursões a Miami para que os turistas brasileiros possam comer o biscoito mais barato, em quantidade. “O pacote ainda não foi formalizado, mas já há filas”, diz Vander dos Santos, do sindicato das agências de turismo.