Os dias do nadador americano Ryan Lochte parecem só piorar. Ele começou a segunda semana de competições da Rio 2016 como vítima de um cruel assalto à mão armada. Acabou como fugitivo internacional e mentiroso. Hoje, a marca Speedo retirou o patrocínio do nadador. Logo depois, a marca de moda Ralph Lauren também interrompeu o contrato com o atleta.

Com isso, Lochte está reavaliando suas opções de carreira. Um partido político brasileiro ficou muito interessado no nadador. “Depois de vê-lo mentir durante tanto tempo com a cara mais calma do mundo, achamos que ele tem o que precisa para se eleger”, disse um representante da sigla.

Os membros do partido já pensaram até em slogans para a campanha do americano. “Bandido bom é bandido morto ou capinando um Lochte” e “Quem nunca quebrou um banheirinho e mentiu para a imprensa internacional ou bateu na mulher e tentou se candidatar a prefeito do Rio?”