O pastor Silas Malafaia, da associação Vitória em Cristo, é daqueles seres onipresentes em polêmicas da internet. Apitou polêmica, tá lá um comentário do religioso. Principalmente quando o assunto é colocar regra no que cada um faz com o próprio corpo ou como vive o próprio tesão.

Com a Bíblia em uma mão e o celular na outra, está sempre pronto para dar palpite sobre a sexualidade alheia. Mas as declarações são tão rasas que seus interlocutores cansaram de argumentar com seriedade.

Quem discorda do pastor passou a usar a regra básica da internet: A zoeira. E outra, ainda mais antiga: quem fala o que quer escuta o que não quer.

MALAFA (1)

 

Temos o direito de divergir.  

MALAFA (2)

Quem disse que não existe?

MALAFA (3)

A biologia disse, né? E essa é a prova de que ele não leu nadinha sobre o assunto. Hormônios têm a ver com o gênero, não com a sexualidade, Malafaia.

MALAFA (4)

Divulgação gratuita é sempre bom, né? Se não quer assistir, pode desligar a TV ou indicar pro amiguinho.  

MALAFA (5)

Falando em indicação, Sense8 parece ser uma série super apropriada para o pastor assistir e poder nos agraciar com essas pérolas no Twitter em seguida. Fica a sugestão aqui, Malafa.

MALAFA (8)

Se é chamado de lixo, Malafaia responde:

MALAFA (9)

E a galera, já sem paciência, responde de volta!

MALAFA (7)

BAND, vamos ouvir o clamor da população! COI, vamos fazer olimpíada todo ano e tweets do Malafaia só de quatro em quatro!

MALAFA (10)

A BAND, inclusive, parece estar boicotando o pastor. Infelizmente ele já falou mal de todas as outras emissoras, logo, precisa continuar por lá mesmo…

 

 

A verdadeira arte que o brasileiro domina: utilizar o gif certo, no momento certo.

 

MALAFA (11)

 

Quem fala o que quer…

 

MALAFA (12)

 

Ouve (e vê) o que não quer.

 

MALAFA (13)

 

Vai ver a tradução dele é diferente, gente. Calma!

 

MALAFA (14)

 

Cuidado pra não dar “transação não autorizada”

 

MALAFA (6)

 

Mala sua loka! Presta atenção!

 

MALAFA (16)

 

Explica essa!

 

PASSANDO BEM PINTOSA.

 

MALAFA (17)

 

Boa noite.

 

MALAFA (15)

 

E por favor, lembre-se de não alimentar o mico. Ou alimente, quem sabe você aparece na próxima lista.