O deputado Jair Bolsonaro se tornou réu no Supremo Tribunal Federal (STF) por incitação ao estupro e injúria. Em 2014, Bolsonaro declarou à também deputada Maria do Rosário que não a estupraria porque ela não merecia. Se condenado, o deputado poderá ser preso por até seis meses, além de pagar multa.

Um dos assessores do deputado disse que Bolsonaro chegou a passar mal e desmaiar, após ouvir um de seus fãs desejar o estupro de presidiários no Brasil.

“Ele ficou branco e desmaiou. Quando acordou, disse que estava com muito medo e que havia percebido que poderá se tornar o único presidiário no Brasil que ele não acha que mereça ser estuprado”, disse o assessor.

Depois de se recompor do mal-estar, Jair Bolsonaro procurou uma ONG que luta contra o estupro de presos no Brasil.

Bruno Machado