O cai cai dos ministros brasileiros está deixando o país preocupado. Mas diz uma velha máxima do mercado que onde existe crise existe oportunidade. E é em Londres que ela apareceu. Investidores de todo o mundo já podem apostar para tentar adivinhar qual será o próximo ministro ou autoridade brasileira a cair.

A Bolsa foi inaugurada ontem, motivada pela situação local. Em menos de 20 dias, o governo Temer já perdeu dois ministros por causa dos grampos do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado. “Como ainda tem muito mais fitas é provável que muita gente vá cair nos próximos meses”, disse o criador da Bolsa.

Outro efeito curioso é a criação da cotação de filhos de presidentes e ex-presidentes. Nesse caso, um Lulinha está valendo cinco Michelzinhos.