O ministro Romero Jucá foi flagrado em um áudio sugerindo que houve um pacto para frear a Lava Jato durante o processo de impeachment de Dilma. Jucá afirma que a Lava Jato deveria ser interrompida antes de avançar além do PT e aliados de Dilma.

Ao ver o arrependimento de vários brasileiros que apoiaram o impeachment, a empresa Google lançou um aplicativo que borra automaticamente o rosto do usuário em todas as fotos em manifestações pelo impeachment.

“Como toda empresa de tecnologia, temos que ter uma visão de mercado e buscar atender às novas demandas dos usuários. Além de borrar o rosto dos usuários em fotos, o aplicativo ‘Arrependo-Me’ também apagará posts no Facebook em que usuários depositaram esperanças no governo de Michel Temer”, disse Severino Page, diretor da empresa de tecnologia.

Na semana passada, a Google lançou uma nova rede social para quem votou na chapa de Dilma e Temer por causa de Temer, mas acabou sendo um fracasso por falta de usuários.