O senhor das trevas, o príncipe do mal, Lúcifer, o Cramunhão disse hoje, logo após a posse de Michel Temer, que não tentou invadir o corpo do presidente na tarde de hoje.

“Quando a voz dele sumiu e depois começou a engrossar e afinar ao mesmo tempo, meu Whatsapp explodiu de gente me perguntando se eu estava tentando possuir a alma dele”, afirmou Asmodeu em entrevista exclusiva.

“Nós terminamos nossa relação recentemente. Ele me abandonou. Nunca mais mandou aquele sangue de bode maneiro que eu curtia. A relação esfriou. Dizem que já mandou apagar o pentagrama da sala”, disse. “Mas não entrei. Foi só tosse, mesmo. Fiquei sabendo por conhecidos que ele vai até propor um ‘Auxílio Tic Tac’ para todos os parlamentares sempre terem balas para socorrê-lo em caso de afonia.”

“Agora só fala em religião, agradeceu à Deus no fim. Eu poderia ter entrado no corpo dele para causar confusão, mas superei essa fase ‘bad boy’. Agora sou ‘Capetinha Paz e Amor'”.

M Zorzanelli