Após quatro dias desde a 27ª fase da Operação Lava Jato prender um membro do Partido dos Trabalhadores, o PT inaugurou nessa terça-feira uma placa comemorativa pelos dias sem nenhum integrante do partido ser preso.

A placa em frente ao diretório nacional mostra a data da última prisão e comemora o recorde de quatro dias, além de uma mensagem de incentivo para melhorar o índice.

Se o partido se mantiver longe da cadeia até o fim dessa semana, outras comemorações estão programadas, como um buffet de pães e mortadelas para o happy hour na sexta-feira e uma edição inteira do Jornal Nacional sem citar o nome de nenhum dos políticos petistas.

Por outro lado, segundo fontes ligadas ao partido, a falta de operações da PF já tem causado prejuízos. “Estamos pagando hora extra para a moça do café todos os dias para ela chegar às 5h e preparar o café quentinho para os agentes mas eles não aparecem”, diz um chefe de diretório que não quis se identificar.