A associação brasileira de utilizadores de serviços de empregadas, a ABUSE, está propondo cortar o sinal de TV de suas casas no horário da Tela Quente de hoje. A medida visa impedir que suas funcionárias assistam ao filme “Que horas ela volta?”. O filme aborda a tensão na relação entre uma patroa e sua empregada que já trabalha há muitos anos na casa e é considerada “praticamente da família”.

Segundo a presidente da associação, há um temor de que o filme desperte algum tipo de sentimento anti-patrão nas empregadas, mas alguns membros desconversam e dizem que o único receio é que as domésticas fiquem acordadas até tarde e percam a hora de servir o café da manhã.