O primeiro dia útil do ano começou causando problemas nos restaurantes das principais cidades brasileiras. O excesso de pessoas que começam dieta no início do ano provocou uma demanda recorde de peito de frango e salada, o que acabou resultando na falta dos mesmos. Apesar da alta procura pelo produto, os fornecedores não estão preocupados em aumentar a produção: “a demanda só é alta agora no início do ano, daqui a pouco volta ao normal”, declarou um fornecedor de hortifrutigranjeiros.

Outro setor prejudicado com o início do ano é o de bebidas alcóolicas. A Ambev estima que a venda de cervejas tenha queda de até 80% nos primeiros dias de 2016: “é complicado, as pessoas se sentem culpadas e juram que nunca mais irão beber. Ainda bem que esse nunca mais só dura até o Carnaval”.