Em meio a polêmica do impeachment da presidente Dilma Rousseff, o Congresso conseguiu tempo para votar assuntos de real interesse para a sociedade. Como a nudez de Maitê Proença, por exemplo. A partir de hoje frases como “Se o Fluminense não cair, dou meu toba” podem se tornar crime.

Um projeto de lei aprovado ontem prevê pena de prisão de dois a três anos para qualquer pessoa que prometa algo, publicamente ou em foro privado, e não cumprir.

“É revoltante e constrangedor ter que ver TV o domingo inteiro pra ser lesado no final” Diz o juiz Jacelino Reis, referindo-se a atriz, que prometeu fica nua mas recorreu a uma pintura corporal.

Nos mesmos moldes da Lei Carolina Dieckman, a Lei Maitê Proença pretende punir quem de forma irresponsável espalhar falsas promessas pela internet.

“O fato de envolver futebol e Whatsapp torna tudo ainda mais grave”, ressalta o Legislador.

Os magistrados ainda não sabem como vão lidar com promessas feitas por snapchat, mas apoiados pelo sindicato dos taxistas do  pretendem entrar na justiça para proibir o aplicativo.

Sugestão do leitor Marcos Mariano