Os taxistas do Rio de Janeiro se uniram para aproveitar a comoção que a Black Friday causou na cidade. Em vez do tradicional “não tenho troco pra cinquenta” os motoristas de praça deram 60% de desconto e passaram a não ter troco pra nota de 20.

“Fizemos uma reunião lá no nosso ponto de táxi e decidimos aderir a essa tal de Black Friday. Uma das ofertas é deixar o passageiro escolher a estação do rádio durante 20% do trajeto. Outra oferta exclusiva da nossa cooperativa é colocar o ar condicionado no máximo antes que o passageiro peça para aumentar o ar, uma vez a cada cinco corridas”, disse Adalberto Gomes, que tem dez anos e cinco para-brisas de Uber quebrados de experiência na atividade.

Outra promoção feita durante a Black Friday foi diminuir em até 50% o caminho mais longo para se chegar ao destino escolhido pelo passageiro.