O cantor Lobão quer se candidatar a Deputado, tornando-se mais um representante da extrema direita em Brasília. Entretanto, o cantor assumiu não se inspirar em Bolsonaro, nem em Levy Fidelix: “Eu me inspiro no Tiririca, pra se eleger, primeiro tenho que virar um palhaço.”

Lobão atualmente dá shows para militares reformados, pedindo a volta da ditadura militar de forma bem humorada e compondo jingles que rimam revolução com corrupção. Após perder seu antigo público, ele busca conquistar o público que ri das piadas do Levy Fidelix. Em seu standup musical, uma das piadas mais badaladas é: “sou tão de direita que já cortei até meu braço esquerdo fora.” O público presente ri, garante o cantor.

Por Cacofonias