O publicitário Marcos Antunes Padilha, 36 anos, comprou um celular através do site de uma loja de departamentos na última quarta-feira, dia 07 de julho. Após conclusão da compra e confirmação de pagamento, Padilha recebeu o código de rastreamento e desde então acompanha o seu pedido de hora em hora, afirma sua esposa, Maria Clara Souza Padilha.

“Eu tento explicar para o Marcos que o produto será entregue dentro do prazo, é só ele ficar tranquilo e esperar. Mas não tem jeito, às vezes, no meio do jantar, ele sai da mesa e vai até o computador verificar o andamento do pedido. No mês passado compramos um jogo de panelas, que levou duas semanas para chegar em casa. Marcos checava o pedido 24 horas por dia durante as duas semanas. Após a mercadoria ser entregue para a transportadora, ele chegou a ligar diariamente para perguntar aonde estavam as nossas panelas e caso elas não viessem no dia seguinte, entraria na justiça”.

Por um outro lado, Miguel Ramos, representante da transportadora afirma que o prazo depende alguns fatores: “Nossos prazos sempre são cumpridos, ele é calculado de acordo com a localização do domicílio, com o trânsito e com a previsão do tempo. O fato do cliente rastrear o pedido toda hora não faz as estradas encurtarem, o trânsito diminuir e nem faz mudar o humor de São Pedro”.
O publicitário já comprou remédios on line para a ansiedade. E também está rastreando essa encomenda.