Um estudo inédito feito pela Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo em parceria com o Sindicato de Donos de Motéis da capital mostra que 80% dos motoristas que buzinam assim que o sinal abre sofrem de ejaculação precoce.

O estudo foi realizado usando imagens de câmeras de seguranças equipadas com microfones ultrassensíveis. Assim que o motorista buzinava quando o sinal abria, o computador registrava o número da placa. Mais tarde, os dados eram passados para o Sindicato de Donos de Motéis, que calculavam o tempo gasto pelos motoristas em seus estabelecimentos.

“Foi um dado realmente surpreendente. O bom é que a pesquisa acabou bem rápido, nem deu para sentir”, disse o engenheiro de tráfego João Stagliano. “A cada dez ‘apressadinhos’ que a gente via entrar no quarto, oito saíam depois de menos de cinco minutos, sempre com aquela cara de derrotado”, acrescenta.

De acordo com a medicina, a relação entre a ejaculação precoce e buzinar assim que o sinal abre pode estar na incapacidade de segurar um impulso: “O sujeito não consegue esperar nem pela parceira, imagina por outro motorista. O pior é que depois de fazer isso ele não vira e dorme, faz a mesma coisa mais para frente”, diz o médico Heitor Fernandes.