Todo mundo conhece um casal que tira quinze dias de férias juntos e, de repente, reaparece em casa antes do fim da viagem.

“Eu e o Marcelo já voltamos do aeroporto uma vez”, diz a atriz Juliana Correa, que namora há quatro anos. “Eu vejo um cartão de embarque e já começo a lembrar das ex-namoradas dele, não sei explicar.”

Para confirmar a máxima de que há quem veja oportunidade em tudo, um empresário do Rio de Janeiro acaba de lançar uma linha de pacotes turísticos voltados só para este tipo de casal.

“Acho injusto cobrar o preço full de pessoas que historicamente quebram o pau no meio da viagem e voltam”, diz o empresário Mateus Pereira. “Sem falar que a gente na agência cansa de ter que correr atrás de transporte, remarcar passagem aérea quando o bicho pega.”

O pacote, chamado “Sete Noites Inesquecíveis ou Menos Dependendo da Gravidade da Briga” já prevê a contratação de quartos de hotel reversíveis, que podem se transformar em dois quartos de solteiro, com camas separadas e a reserva de passagens com data de volta em aberto.

Um pacote à parte, chamado “Vingancinha”, o parceiro que decide ficar pode mandar os melhores momentos da viagem registrados em vídeo direto para o celular de quem voltou.

A tendência é tão forte que parece já ter influenciado a ficção. No longa brasileiro Meu Passado Me Condena 2, o jovem casal vivido por Miá Mello e Fábio Porchat, que briga de dia e a noite se ama, embarca para Portugal para melhorar o relacionamento mas não é bem isso que acaba acontecendo. Se eles acabam como candidatos aos serviços da DR Turismo ou têm um final feliz, não vamos estragar a surpresa. Confira o trailer: