Uma pesquisa exclusiva encomendada pelo instituto Nupal (Núcleo de Pesquisas para a América Latina) aponta que 97%, ou praticamente a unanimidade, dos brasileiros que acompanha futebol tem “raiva” ou “muita raiva” da criança que estrela um comercial da Caixa Econômica Federal.

Ao som da faixa “Eu Vou Torcer” de Jorge Ben, a criança sai da casa da avó e retorna presumivelmente meses depois, de posse de dezenas de camisas de futebol que pede a jogadores durante as partidas. Muitos entrevistados na pesquisa se mostraram preocupados com os detalhes da viagem da criança: “Ele dormiu onde? Quem pagou o ônibus? Como ficava entrando em vestiário de jogador adulto? Essa propaganda me deixa é bem deprimida”, disse a advogada Jorjete de Souza.

Em casa, o menino entrega as camisas para a avó, que as retalha e faz uma nova camisa com os retalhos.

“Eu não tenho é pouca raiva, não, eu tenho é muita”, disse o operador de fotocópia Marcos Sacramento. “Cada camisa daquela na loja custa uns 250, 300 reais. Imagina a camisa oficial dada pelo jogador, então? Esse condenado desse moleque joga fora pelo menos uns 3 mil reais para fazer aquela porcaria”, completa.

M Zorzanelli