Bruno Marques de Oliveira sofre de um TOC raro. É o primeiro homem a não conseguir se relacionar sexualmente sem antes parar para dobrar as roupas. Segundo ele, a doença começou logo na sua primeira vez: “Ela saiu tirando minhas roupas, jogando longe e eu catava e dobrava, catava e dobrava. Foi horrível, pois ela quase me deixou na mão, literalmente.”

Agora, Bruno, pensa em uma solução coletiva: “Abri uma página no Facebook ‘Ajudem o Bruno’ e lá tenho recebido vários conselhos. Já teve gente me falando pra já esperar nu pela pessoa, já teve gente falando para eu me casar com uma arrumadeira e passadeira, já teve gente me aconselhando a amar rapazes.”

Segundo o psicólogo Alberto Alves, o melhor para Bruno é encontrar uma pessoa que sofra da mesma doença, assim os dois poderão atingir o orgasmo juntos, dobrando as roupas e não com a relação em si.

Por Cacofonias