Após as prisões de sete dirigentes do alto escalão da FIFA, o presidente da CBF Marco Polo Del Nero deixou o congresso da entidade às pressas e voltou para o Brasil. 

Segundo assessores, Del Nero voltou ao Brasil para contar com o apoio das pessoas que saíram às ruas com camisas da CBF. “Acredito que agora a CBF possa contar com o apoio incondicional  do povo que foi às ruas vestindo nossa camisa”, teria declarado o presidente antes de embarcar em Zurique.

Del Nero volta ao Brasil para se reunir com empreiteiros sobre a construção da nova sede da CBF que deve ser transferida em breve para Bangu ou Tremembé.