O Mao Tsé-tung da direita brasileira, o Luís Carlos Prestes neoliberal do Século XXI, Kim Kataguiri, também conhecido como Yudi-Playstation, estava em uma marcha para revolucionar o Brasil com mais uma pessoa. Porém, após percorrer 20 km, ele já sentia saudade da sua casa e do seu vídeo-game e precisava voltar rapidamente. Aí que teve a grande ideia: forjar o próprio atropelamento e completar o trajeto de ambulância.

Kataguiri não conseguiu, entretanto, que seus planos saíssem perfeitos: “eu queria uma ambulância da rede D’or, mas tive que aceitar o SUS mesmo, melhor que andar a pé.”A namorada de Kantaguiri, que o acompanhava, desistiu de completar a marcha ao lado dele: “no caminho, eu percebi que ele só estava fazendo isso pra chamar a atenção do Jean Wyllys. Ele quer é chegar em Brasília pra fazer uma declaração de amor! Safada!”

Por Cacofonias