Um grupo de héteros, todos do sexo masculino, está propondo um beijaço como forma de protesto contra o beijo gay na novela Babilônia. Os homens são todos muito bem casados, ativos, tementes a Deus e pais de família respeitados. 

A ideia é chamar a atenção para a causa hétero que quer acabar com essas cenas de carícias homoafetivas nas novelas, filmes e séries.

O dia do beijo foi escolhido como data emblemática para o protesto e para evitar constrangimento e exposição dos participantes, o beijaço acontecerá discretamente em uma sauna no centro da cidade.