A presidente Dilma Rousseff anunciou hoje um pacote de medidas consideradas “emergenciais” com objetivo de fomentar a retomada da economia. “Para economizar energia, estaremos adiantando o horário de verão dos próximos 24 anos e com isso vamos economizar um dia inteiro de energia, que no caso será o dia 15 [de março], que sai do calendário”, disse a presidente.

Com isso, o ano de 2016 terá dois dias 15 de março. Dilma negou que a medida tenha qualquer relação com as manifestações por seu impeachment marcadas para o próximo domingo. “Quando começou o panelaço, eu liguei a vitrola tocando ‘Panela Velha’ no máximo e nem ouvi”, disse, com os olhos fechados.

M Zorzanelli