Crase, por favor - 2

Salários e oportunidades iguais de trabalho, o fim da violência doméstica e a descriminalização do aborto são reivindicações básicas das mulheres. Mas não se pode deixar de lado o bom Português. Além de uma noite com Cristiano Ronaldo, a grande reivindicação feminina nesse quesito é a sumária extinção do mau uso da crase nos cartões de felicitações.

Ao receber o cartão que ilustra esta notícia, a enfermeira paulistana Lucielene de Farias, 33 anos, procurou a Delegacia das Mulheres e denunciou o marido pela violência à Língua Portuguesa. Contou que ele já havia escrito “tudo haver” e “pra mim fazer” em cartões de anos anterior, por isso era reincidente. Ela pretende nunca mais voltar pra casa.

 

A partir de R$ 5 mensais você pode ajudar o Sensacionalista a pagar as suas despesas e fazer muito mais. Saiba como participar do nosso grupo de reunião de pauta no Telegram e acessar notícias exclusivas. Clique aqui e assine