Pensando na Copa das Confederações e na Copa do Mundo, a CBF iniciou uma campanha afirmativa para as mães de árbitros de futebol. Nos cartazes, prostitutas trazem frases amorosas para seus filhos. Na propaganda mais compartilhada nas redes sociais, a prostituta Janete Ribeiro segura uma plaquinha dizendo: “Filho, mamãe é puta e isso não impede de te amar.”

Os árbitros se disseram emocionados com a iniciativa e que não terão mais vergonha quando forem xingados pela torcida. O juiz Jaílson Matheus falou à nossa equipe: “Agora mudou tudo, né? Antes a gente ouvia a torcida gritar: filho da puta, filho da puta… e a gente se sentia envergonhado. Agora tenho orgulho: minha mãe é puta sim, mas ela me ama! E você que não foi amado?”