O Movimento Gay entrou com uma ação contra a Record acusando a emissora de homofobia. Segundo as lideranças do movimento, é sabido de todos que Gugu é gay e a Record obrigou o apresentador a beijar Adriane Galisteu para dar uma prova de masculinidade: “A Record é uma emissora da Igreja Universal e, em meio a protestos e beijaços gays, ela quis transmitir um gay dando um beijo hetero, é uma ofensa absurda e desnecessária.”

Gugu comentou em seu twitter que foi coagido a beijar Galisteu pelos pastores da emissora, porém a mensagem foi apagada da rede social um minuto depois de postada. Cogita-se, inclusive, que Gugu possa voltar para o SBT. Segundo Leão Lobo, Silvio Santos sempre foi carinhoso demais com Gugu e eles poderiam reatar relações. Há quem diga que caso volte para o SBT, Gugu estreará
dando um beijo em Celso Portiolli para se vingar da Record.

Vinícius Antunes