Marina Silva saiu em defesa do deputado Marco Feliciano e surpreendeu a todos. Porém, mais surpresos ainda ficaram os fotógrafos que flagraram Marina  saindo de um motel com o pastor. Segundo ele, apenas estavam usando uma técnica de oração aprendida com o amigo Marco Pereira.

Segundo Marina Silva, eles estão sofrendo perseguição por serem evangélicos, a maior evidência disso é que apesar de Marco Feliciano estar envolvido em esquema de corrupção, as pessoas preferem chamá-lo de pastor do que de ladrão: “Em momento algum entramos no motel para copular, só queríamos um pouco de privacidade para tratar de assuntos religiosos e políticos. Além disto, o motel que entramos é de família, pois só aceita cópula de pessoas heterossexuais que apresentam certidão de nascimento na porta do estabelecimento. Pecado seria mesmo se eu tivesse entrado aqui com a Dilma.”

Vinícius Antunes