O Núcleo de Pesquisas da América Latina (NuPAL) investigou 10 coisas que a internet covardemente assassinou ou que já estão ameaçadas de morte por ela. Abaixo o resultado:

1 – Cartas

Em que lado da carta fica o remetente e o destinatário? Qual foi a última carta que você escreveu? É… a carta se ainda não morreu, está com os dias contados. Parece que nem o e-mail vai sobreviver às mensagens do Facebook.

2 – Lista telefônica

Quem usa ainda aquela lista telefônica que só servia pra fazer peso de porta? Agora tá tudo online.

3 – Agenda de papel

Depois do Google agenda, as agendas de papel que sobraram só servem pra rabiscar coisas durante reuniões chatas.

4 – Revista de mulher pelada

Parece que elas ainda existem, estão aqui e ali penduradas em um jornaleiro, mas quem compra depois da internet?

5 – Anonimato

Qualquer um que grava um vídeo vomitando, dando com a cabeça no teclado ou dançando alguma coisa que mais parece uma convulsão tem chance de se tornar a celebridade do momento.

6 – Solidão

Abra o Facebook e 500.000 amigos online. Ok, se eles não te satisfazem, aí já é problema seu. A questão é que eles estão lá e sempre tem um querendo conversar alguma coisa.

7 – Locadora

Depois do Torrent, quem mais entra em locadora?

8 – Álbum de fotos físico

Só do Facebook.

9 – Diálogo presencial

E aí todos os amigos se reúnem ao redor da mesa, abaixam suas cabeças e entram no Facebook através do celular.

10 – Autoria

Ninguém é mais autor de nada. O que existe são aqueles que colocam a marca d’água em um lugar mais difícil de retirar.

Item extra: Deixamos aqui uma homenagem post mortem à Enciclopédia Barsa. Esperamos que esteja bem onde quer que esteja.