A esperteza da dona de casa Aline Machado, de 45 anos, chegou ao fim. Ela foi presa nessa manhã numa agência bancária da Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro. Aline usava uma barriga falsa de grávida apenas para furar fila. A polícia suspeita de que ela faz parte de uma quadrilha especializada nesse golpe, que cobra de pessoas que querem pagar contas mais rápido.

Aline só foi presa porque uma caixa desconfiou do tempo de sua gravidez. “Há dois anos ela vem aqui e nunca tem esse bebê. Era estranho demais”, disse a caixa, que pediu para não ser identificada, temendo represálias. A polícia agora investiga outra suposta quadrilha, essa especializada em aluguel de cadeira de rodas para furar fila.

Nelito Fernandes