A blogueira cubana Yoani Sanchez chegou ao Brasil furiosa por não ter conseguido assistir sequer ao desfile das campeãs. Ela informou que o governo cubano boicotou sua chegada, pois ela já tinha a proposta de desfilar semi-nua em um carro alegórico para comemorar a sua liberdade. Sua fantasia seria uma menção bem humorada ao Fidel Castro, já que em Cuba não há giletes e centros de depilação.
Ela falou que não aguentava mais ficar em Cuba porque a internet de lá é uma porcaria e todos os computadores usam um papel de parede cafona do Che Guevara. Ela disse à imprensa que não adianta nada a ilha ter hospital, escola e não ter internet para fazer check-in nesses lugares usando o Foursquare. Ela está agora atrás do seu affair virtual, o brasileiro que atendia no chat do UOL, na sala Cuba, pelo nome de Zé Pilintra. Seu projeto é montar um blog de moda e seu primeiro texto fala sobre uma de suas especialidades: a moda de fazer protestos via redes sociais.
Vinícius Antunes