Vida corrida, plantões, grandes matérias, pequenos salários, furos, questões éticas, etílicas e muito mais. A profissão de jornalista é apaixonante, mas cheia de perrengues. Esta relação de amor e sofrimento está no livro “A vida de jornalista como ela é”, à venda apenas pela internet.

Com contos, crônicas e paródias, o livro é uma adaptação do blog Desilusões perdidas, que há quatro anos aborda o cotidiano dos jornalistas com bom humor e é comandado por Duda Rangel. Jornalista desempregado e colaborador deste Sensacionalista, Duda é, na verdade, um personagem ficcional, criado por dois jornalistas reais, os irmãos Anderson Couto e Emerson Couto.

O livro custa apenas R$ 22,90, com frete grátis para todo o Brasil. Para comprar, basta acessar a loja virtual no Facebook aqui.

Confira abaixo algumas frases de Duda Rangel:

“Jornalismo é algo que está no sangue, assim como o colesterol ruim.”

“O bom jornalista é aquele que checa até declaração de amor que recebe.”

“Todo jornalista deveria acreditar em reencarnação, sei lá, chance de voltar coisa melhor numa outra vida.”

“Jornalista, antes de querer salvar o mundo, aprenda a salvar o texto que você está escrevendo.”