O Palmeiras foi o grande homenageado pela Petrobras em sua nova descoberta. A empresa deu o nome do clube de São Paulo a um capo imenso de petróleo em uma camada ainda mais profunda do que a do pré-sal. “Acho que o momento é propício para esse nome. Para chegar lá tivemos que ir muito, muito fundo.”, disse o diretor de exploração, Fernando Santos.

Inicialmente a empresa pensou em batizar o novo campo como “Serra” mas desistiu para evitar implicações políticas. “Decidimos chamar de Palmeiras também porque chegamos lá embaixo, mas ainda não sabemos como tirar”.