Uma novidade polêmica tem tomado conta de todo o Brasil: empresas de ônibus acabam de lançar assentos preferenciais para pessoas que fingem dormir durante a viagem.

Segundo a Associação de Donos de Transportes Extremamente Lotados (ADTEL), o pedido não surgiu por parte dos pseudodorminhocos, mas por clamor de idosos, gestantes e pessoas com deficiência que ficam sem ter onde sentar porque seus lugares acabam sendo utilizados para estes fins teatrais.

Os mais otimistas acreditam que com esta medida idosos, gestantes e deficientes voltarão a ter o mínimo de conforto na viagem, porém os pessimistas alertam que os ônibus não terão assentos para aconchegar tantos favorecidos.

Vinicius Antunes