Depois de provocar uma crise com o Paquistão, a morte de Osama Bin Laden vai dar mais dor de cabeça à diplomacia americana. Uma das mais antigas monarquias do mundo, a marinha, reagiu fortemente contra o governo americano. Iemanjá, a rainha do mar, disse que Obama passou dos limites. “Como se não bastasse essas oferendas vagabundas que me jogam todo ano, esses barquinhos que não servem para nada, agora vem Bin Landen? Isso lá é oferenda?”, disse ela. A entrevista coletiva de Iemanjá reuniu vários líderes do fundo do mar, como Namor, Bob Esponja, Lula Lelé e Nemo. Dory não foi porque esqueceu o compromisso.

Outro que reagiu foi Ulysses Guimarães, que voltou do mar e ressuscitou: “Com a minha biografia, me recuso ficar do lado dele”.

Otileno Junior, com sugestão de Beto Santos, do Comentando