O Departamento Brasileiro de Trânsito vai proibir outdoors com mulheres seminuas em beira de estradas. De acordo com o diretor do DBT, Marcelo dos Anjos, a medida visa a evitar acidentes. “Constatamos que os motoristas se distraem olhando os anúncios e acabam batendo”, disse ele. Um levantamento do DBT mostrou que cerca de 25% dos acidentes nas estradas brasileiras aconteceram pelo menos 100 metros antes ou depois desses outdoors. “Verificamos um alto índice de batidas em determinados pontos das estradas e fomos investigar as causas. O resultado nos surpreendeu”, afirma.

A pesquisa também chegou a resultados curiosos. Pelo menos 5% dos acidentes foram causados por ataques de fúria de mulheres que estavam no banco do carona e agrediram os motoristas ao perceber que eles olhavam para as modelos. O risco de acidentes nesse caso é muito maior do que falar ao celular, por exemplo.

A proibição deixou preocupadas as agências de publicidade. “Não sabemos o que vamos fazer se não pudermos usar modelos de biquíni. Semana que vem mesmo vamos estrear um comercial de ração para cães. Como vamos fazer isso sem mulheres peladas?”, disse o presidente de uma agência.