Em represália às exigências e dificuldades para os brasileiros conseguirem visto de entrada nos Estados Unidos, o Ministério das Relações Exteriores criou uma nova lei: só as americanas que portarem bunda poderão entrar em território nacional. O governo espera, dessa forma, pressionar aquele país a afrouxar as rígidas regras para se conseguir o visto.

Um dos principais entusiastas da nova lei é o deputado federal Fernando Gabeira (PV-RJ), que, desde o sequestro do embaixador americano, no fim dos anos 60, teve todos os pedidos de visto negados. “Acredito que essa lei vai nos ajudar, já que o tipo físico das americanas deixa muito a desejar. Dessa forma, boa parte das turistas não poderá entrar no Brasil”, afirma. A embaixada brasileira em Washington e os consulados nas principais capitais americanas já começaram a contratar avaliadores físicos para julgar as nádegas das americanas que querem vir para o Brasil. Prestes a fazer uma visita familiar ao presidente Lula – “o cara” – o presidente Barack Obama não quis comentar o assunto. Os amigos mais próximos, no entanto, contam que ele está tranquilo. “Michele entrará no Brasil com certeza”.