Arqueólogos encontram uma coxinha de 3 mil anos de idade no Bar do Sujinho, no Centro do Rio de Janeiro. O quitute estava sendo vendido ao lado de ovos coloridos e chamou a atenção dos cientistas, que após análise, detectaram que a coxinha tem pelo menos três milênios.Os técnicos verificaram que a coxinha não é de galinha e sim de Dodô (Raphus cucullatus), uma ave pré-histórica extinta. Isso porque há três mil anos a galinha doméstica (Gallus Gallus Domesticus) não existia.

A coxinha estava em perfeito estado. O dono do bar ficou surpreso com a constatação. “A coxinha não tem muito saída mesmo, mas não imaginava que essa estivesse aí há tanto tempo”, disse Manoel Ferreira, que administra o Sujinho há 25 anos. “Na semana passada os clientes fizeram uma festa de aniversário para um quibe, que completou 10 anos na vitrine”, afirmou.

O artigo será publicano na próxima edição da Science Today.Os cientistas estão analisando agora três ovos coloridos. A suspeita é que sejam ovos de pterodáctilos (Pterodactylus).