Um homem na Inglaterra foi processado por uma rede de fast food devido a um comentário feito em um site de relacionamentos na internet e acabou sendo condenado a comer pelo menos uma vez por dia durante cinco anos em um dos restaurantes da rede. Robert Pykles escreveu em sua página que “quem come carne de minhoca é pássaro” se referindo a uma famosa rede de fast foods.

O comentário rendeu um longo processo na justiça que teve fim com a decisão do juiz Ronald Sanders que condenou o réu a fazer pelo menos uma refeição diária durante um período de cinco anos em qualquer loja da rede como forma de indenizar a empresa, já que Pykles não dispõe de recursos para pagar uma indenização.

A polêmica decisão revoltou profundamente a Anistia Internacional. “Essa decisão é completamente degradante e desumana, já entramos com uma representação junto a ONU citando a convenção de Genebra. Nenhum ser humano pode ser exposto a uma pena tão cruel”, disse um representante da entidade.

Mas a sorte de Pykles pode mudar, o acusado foi procurado pelo diretor Morgan Spurlock a quem vendeu os direitos de sua história que será lançada no cinema com o título de ‘Super Size me 2: A vingança do palhaço’.