Um acordo inédito entre as torcidas organizadas e a Federação Brasileira dos Árbitros de Futebol garantirá pelo menos um domingo sem xingamento às mães dos juízes. Pelo acerto, nenhum torcedor poderá usar o palavrão mais ouvido nos estádios brasileiros contra os árbitros.

“Acho justo. Pelo menos no Dia das Mães as mães dos juízes devem ter sossego”, disse o diretor da torcida Força Fla, Augusto dos Santos. A associação dos juízes espera que o trato seja cumprido. “Orientamos os árbitros a prestar mais atenção e evitar lances polêmicos porque senão não vai ter jeito”, disse Ernesto Rodrigues, presidente da associação.