Jair Bolsonaro (PSL-RJ) afirmou que trabalha com a possibilidade de ter uma “chapa pura”, ou seja, ter um vice de seu partido. Questionado sobre a possibilidade de compor a chapa com a advogada Janaina Paschoal, que se filiou ao PSL em abril, Bolsonaro respondeu: “Eu só conversei com ela uma vez, por telefone, e não tocamos nesse assunto. Ela está filiada, não sei o interesse dela. E devo conversar com ela nos próximos dias. Não sei se ela quer, se ela não quer”.

Por causa da possível formação da chapa Bolsonaro-Janaina, a faixa presidencial ganhou uma versão alternativa, em forma de camisa força.

“Foi um trabalho difícil, geralmente só fazemos pequenas alterações nas faixas antigas depois das eleições. Dessa vez foi uma mudança completa”, disse um alfaiate de Brasília.

Bolsonaro também alegou que vê com bons olhos ter uma mulher como vice, pois poderá economizar verba do governo pagando um salário menor para uma mulher.