10 reações do Twitter à campanha do Dia Internacional de Combate à Homofobia da Jovem Pan

No Dia Internacional de Combate à Homofobia, a rádio Jovem Pan decidiu criar uma campanha que causou polêmica no Twitter. A hashtag #MinhaúltimaMúsica pedia aos seguidores que enviassem qual seria a última música que eles pediriam, caso morressem em um ataque homofóbico.

A internet não deixou passar e, desde que a campanha foi ao ar, os tweets não param. As mensagens com humor, ironia, crítica e conscientização inundaram as timelines e até celebridades se tornaram alvo da fúria dos usuários do Twitter.

Esse foi o tweet da campanha, que foi apagado.

Pabllo Vittar foi uma das celebridades que compartilhou a mensagem e foi muito criticada pelos fãs. Ela disse ter se tratado de um equívoco e que a mensagem não foi aprovada e muito menos postada por ela, mas sim por sua equipe.

Mas a internet não perdoa…

As ironias tentaram mostrar o quanto a campanha era errada.

Você pensa que tá indo, mas ele tá voltando.

E mesmo a Jovem Pan tentando amenizar a situação e dizendo qual era a intenção da campanha, as músicas dessa playlist mostram que não teve nada muito bem pensado por trás.

Alô…

LGBTfobia é assunto sério! É perceptível quanto uma marca ou empresa se apropria do discurso apenas porque está na moda ou para garantir o engajamento das redes sociais. A verdadeira empatia, o verdadeiro respeito, jamais daria espaço para outra interpretação que não a luta pelo fim do preconceito e o desejo de que as pessoas possam ser quem são sem morrer por isso.