Exame de vista com letras pequenas será trocado por ler placas de Uber à noite

Uma decisão do Conselho Brasileiro de Oftalmologia causou polêmica no início da manhã de hoje. Oftalmologistas do país inteiro se reuniram para tomar uma decisão inédita, que pode mudar a forma de se fazer exames de vista no Brasil. As já tradicionais letras miúdas usadas até então para ajudar a definir se o paciente precisa ou não corrigir sua visão, serão substituídas pela capacidade da pessoa de enxergar ou não a placa do carro da Uber à noite.

“Se o paciente consegue distinguir um O de um D em uma placa de carro, à noite, com um farol alto apontado para seu olho, ele consegue ver qualquer coisa” diz o diretor geral de oftalmologia do Brasil.

A medida se aplica ainda a conseguir enxergar o número do ônibus que a pessoa está esperando. Se a pessoa conseguir identificar eu ônibus a tempo de fazer sinal para o motorista, a pessoa não precisa de óculos.