Ministro do trabalho demite Mikael de 19 anos e busca um Enzo de 13

O jovem Mikael Tavares Medeiros, de 19 anos, foi exonerado nesta segunda-feira do cargo público que ocupava no Ministério do Trabalho. Sem graduação ou experiência profissional, Mikael foi nomeado Gestor Financeiro de Recursos Logísticos em outubro do ano passado e realizaria pagamentos de até 473 milhões de reais por ano. Um novo nome para ocupar o cargo de Mikael já está sendo buscado e um Enzo de 13 anos parece ser a próxima aposta do governo Temer.
“Mikael de 19 é bom, mas um Enzo de 13 parece ser mais moderno, mais a ver com a nova cara que queremos dar ao governo” diz o texto que explica a exoneração.
Brasileiros na internet, no entanto, acusaram o Ministério de ser machista: “Por que não uma Valentina de 13?” diz um tweet que viralizou na tarde de hoje.
Mikael já havia sido afastado na sexta-feira, quando seu nome à frente de pagamentos milionários ganhou as manchetes de todo o país. Apenas hoje a resolução foi publicada no Diário Oficial da União e Mikael, então, deixa de ser funcionário do Ministério do Trabalho e de receber o salário no valor de R$ 5,4 mil por mês.