Jovem começa a fumar maconha para disfarçar vício em incensos

Incense stick

Bruno Machado, um jovem morador da Zona Norte do Rio de Janeiro, fez um caminho pouco ortodoxo para lidar com um vício que tem há mais de cinco anos. Ele começou a fumar maconha há meia década para esconder de seus amigos, vizinhos e parentes o seu verdadeiro problema: incensos.

“Quando acendia um incenso em casa, os vizinhos reclamavam e ligavam na portaria. Minha mãe passou a falar cada vez menos comigo. Meus amigos se afastaram de mim. Ninguém entendia ou falava sobre o meu problema” conta Bruno.

Foi quando ele decidiu começar a fumar maconha para disfarçar o seu vício.

“Eu percebi que acendendo um baseado, os vizinhos não reclamavam do cheiro do incenso. Minha mãe, que não falava mais comigo, agora me dá atenção, apoio e nossa relação mudou completamente e meus amigos não saem mais aqui de casa”.

Ele garante que não é viciado em maconha e que seu único problema é mesmo o incenso.

“Eu posso parar de fumar a qualquer momento, mas não vivo sem meus incensos. Fumo um baseado toda vez que acendo um incenso, geralmente um pela manhã, um pela tarde e um à noite para conseguir dormir tranquilo. Sem meus incensos eu não funciono direito” desabafou.