Carioca começa a ir e voltar do trabalho vendendo bala para não pagar passagem no ônibus

Rodrigo Batista Nascimento, carioca de 28 anos, encontrou uma nova forma de economizar nas despesas mensais. Trabalhando em um emprego informal sem vale transporte, ele decidiu que se tornaria vendedor de bala no ônibus enquanto vai e volta do trabalho, só para andar de carona no ônibus.

“Arrumei um aqueles ganchos que os vendedor usam e comprei 100 reais em balas. Agora é só gritar “abre lá atrás para mim, motô” e vou economizar mais de 200 reais todo mês”, contou.

Antes de ter essa ideia, Rodrigo já havia pensando em conseguir uma roupa de motorista ou trocador para tentar pegar carona no ônibus na ida e volta do trabalho.