Reforma trabalhista faz Lua acumular funções e raro fenômeno ‘Superlua Azul de Sangue’ acontecerá hoje

A ‘Superlua azul de sangue’, um raro fenômeno celeste, acontecerá hoje e ficará visível no céu em algumas partes do mundo. A última vez em que a Superlua, a Lua Azul e a Lua de Sangue se encontraram foi há 150 anos e, após a reforma trabalhista de Temer, acontecerá de novo. A Lua reclamou de ter acumulado funções com a aprovação da reforma.

“Antes a coisa era organizada. Acontecia eclipse, acontecia a superlua, acontecia a lua azul ou acontecia a lua de sangue. Agora, no governo Temer, para eu conseguir me aposentar, preciso fazer tudo de uma só vez. É cansativo” desabafou a Lua.

O único satélite natural da Terra agora disputa com o Aedes aegypti o cargo de funcionário do mês. Ambos acumulam três ou mais funções.

No céu do Brasil, apenas a superlua poderá ser vista, mas a Nasa transmitirá a raridade pela internet, pelo perfil @NASAMoon no Twitter.