Folião encontra cerveja gelada em bloco, mas espera esquentar para manter a tradição

Um folião carioca foi contemplado com uma cerveja gelada em um bloco no centro do Rio de Janeiro. Pego de surpresa, o bancário Guilherme Uchoa ficou perplexo ao perceber no primeiro gole que a cerveja estava realmente gelada. Apegado à tradição do carnaval de rua do Rio, Guilherme esperou alguns minutos até que a cerveja esquentasse um pouco para que ele pudesse beber como manda o figurino do carnaval carioca.

Segundo o matemático Felício Vostok, do Departamento de Estatística Unificada do Núcleo de Pesquisas da América Latina (DEU-Nupal), as chances de se encontrar uma cerveja gelada em um bloco de carnaval são similares a de ganhar na mega sena ou de encontrar um táxi que tenha troco para 50.

O fenômeno pode colocar em risco o Carnaval de rua do país inteiro e uma petição para que seja proibida a venda de cervejas geladas durante a semana de Carnaval já conta com mais de 100 mil assinaturas.