Ronaldinho Gaúcho se afiliou ao PEN, futuro Patriota, e sairá como candidato a Senador em Minas Gerais. Sua entrada na política tem o apoio de Jair Bolsonaro, que se candidatará a presidência no próximo ano pelo mesmo partido. Ronaldinho apareceu ainda em foto com livro sobre Bolsonaro.

Com seu anúncio de candidatura ao Senado, Ronaldinho conseguiu se superar e causar uma decepção ao Brasil maior que sua atuação na Copa de 2010.

De acordo com assessores do jogador, assim como em campo ele vai tocar pra um lado e olhar pro outro na política também.