Atualizar página de rastreio a cada cinco minutos não faz pedido chegar mais rápido, diz estudo

Contrariando a crendice popular, um estudo feito pela USP revelou que atualizar a página de rastreio de um site a cada cinco minutos não acelera a entrega de produtos comprados pela internet. Os dados surpreendentes foram retirados de um estudo que analisou mais de 500 compradores online.

Divididos em dois grupos, o primeiro ficou responsável por atualizar as páginas para acompanhar a entrega. O segundo, por deixar que as compras cheguem sem nenhuma consulta. Ambas as entregas chegaram no mesmo momento.

“Acreditava-se que atualizar a página o tempo todo faria com que o produto chegasse mais rápido. Saber que isso não acontece faz com que as pessoas possam ter muito mais tempo para se dedicar a outras atividades como, por exemplo, comprar mais coisas” conta o coordenador de pesquisa Marcelo Lannelli.

Após a Black Friday, que aconteceu na última sexta-feira (23), sites do país todo ficaram congestionados. O motivo seriam os milhares de brasileiros que estão, desde o minuto da compra, atualizando os sites. Com a divulgação do estudo, é provável que os servidores de internet do Brasil voltem ao normal nas próximas horas.